As diferenças que praticar exercícios físicos fizeram na minha vida

Eu gosto muito da minha evolução como pessoa nesse ano de 2019. Eu mudei muita coisa, cresci, amadureci e tomei muitas decisões importantes. Tô correndo atrás demais das coisas que sonho. E uma das coisas que eu queria muito pra minha vida era cuidar da minha saúde.

Entrei pra academia em Janeiro, e eu sempre quis ter um corpo mais atlético e firminho, mas principalmente, como empreendedora home office, evitar problemas de varizes, má circulação do sangue e melhorar minha disposição.

Minha genética era muito boa quando o assunto são membros superiores – descobri isso literalmente na prática – então me desenvolvi muito bem dentro de 6 a 8 meses. É claro que meu namorado era personal trainer e me passou treinos incríveis e mesmo com seu método à distância eu consegui treinar de forma perfeita.

O que mais mudou e fez diferença foi a minha postura, apesar do crescimento muscular.

Mas mesmo que eu quisesse muito ter um corpo mais bonito (na minha visão de beleza para MIM) e conseguir correr por uns minutos sem quase cuspir meu pulmão para fora, eu descobri que fazer desses exercícios físicos minha rotina mudou muito mais do que só meu corpo.

Fico mais feliz e enérgica logo de manhã

Endorfina! Energia!

Eu gosto muito de ir pra academia logo de manhã. Eu sou muito preguiçosa às vezes, então se eu vou logo de manhã quando eu acordo, eu crio uma rotina e não tenho desculpas pra desanimar de ir. É só acordar, por roupa, tomar café e ir.

E como consequência, assim que eu chego em casa eu já tô muito animada e cheia de energia, mesmo quando eu tô morta do exercício que eu fiz. Porque mesmo que a fadiga muscular aconteça e eu fique cansadíssima, ainda tô feliz e cheia de energia.

Outra coisa: Eu vou a pé para a academia. Porque meu melhor horário para ir é às 10:00h, então eu volto pra casa cerca de 11:30h. Tem Sol o tempo todo nesse meu caminho, e além de eu ter ganhado uma corzinha de leve nessa rotina, eu estou tomando um banho de Sol por um tempo do meu dia e ando pela rua.

Além da felicidade que o nosso corpo sente depois de um exercício físico e a energia que a gente fica, também tem o fato de que a gente se sente cumprindo com uma meta nossa, sabe? Aquele sentimento diário de dever cumprido, de estar colaborando com a nossa saúde e nossa qualidade de vida.

Procrastino menos

Ligado àquilo que falei mais cedo de não ter desculpas de desanimar a ir à academia logo cedo e simplesmente ir, eu já criei uma rotina em volta desse momento da ida à academia.

Eu acordo, arrumo a casa e coloco as coisas em ordem, me arrumo, tomo meu café e aí sim vou para a academia. Quando eu chego, brinco um tempo com o Logan – meu cachorro – e tomo meu banho para relaxar e tirar a nhaca e suor, claro.

Bom humor

Academia e a caminhada de ida e volta são como uma meditação pra mim. Eu não consigo pensar sobre meus planos e o que vou fazer depois quando tô levantando peso e fazendo as sessões e contagens. Tudo que eu consigo fazer é contar, concentrar no tempo e deixar fluir pensamentos que vem e vão sozinhos.

Meditação consiste em prestar atenção na sua respiração e seu intelecto, enquanto deixa seus pensamentos fluírem. Nunca foi sobre pensar em nada e ficar fazendo OMMMMM até o ar acabar. Pelo menos hoje em dia não é.

Então eu fico com a mente limpa e muito mais bem humorada. Inclusive, tem dias que eu sou acordada pelos latidos do Logan ou porque minha mãe saiu e alguém tá batendo na porta logo bem cedo. Eu tenho duas escolhas: Ter um dia ruim, enquanto estressada porque as pessoas interromperam meu sono. Ou posso deixar isso pra lá e tentar fazer meu dia ser incrível para eu estar um passo mais próxima dos meus objetivos.

Como eu estou propensa a ter bom humor, eu acabo escolhendo a segunda opção.

Durmo melhor

Como o dia é mais produtivo e eu gasto muita energia puxando ferro e pegando peso e agachando que nem uma louca na academia, quando a noite chega tem um momento que eu bato na cama e durmo que nem um anjo.

E é como um círculo: Me exercitar e gastar minha energia bem durante o dia me faz ter uma boa noite de sono e ter uma boa noite de sono faz eu ter melhor desempenho e resultados nos exercícios físicos. Uma coisa puxa a outra!

Me empenho mais a cuidar da minha alimentação

Eu comecei a tentar não ficar tanto tempo sem comer, tento nutrir mais meu corpo e dedico a evitar comidas muito gordurosas ou que eu já sabia que passava mal quando comia.

E eu procuro sempre melhorar minha alimentação, sabe? De uma maneira ou outra, me hidratando mais, aprendendo sobre o que alguns alimentos podem beneficiar meu corpo e ás vezes até aprendendo que eu posso comer um pouco de tudo e não passar fome em vez de bater um prato de pedreiro com arroz, feijão e carne apenas.

Eu nunca vou deixar de comer as coisas que eu amo ou me proibir disso. Aprenda: Se você começar a se proibir de comer coisas que você ama, você vai ter uma má relação com a comida.

Não faça regimes porque sempre é arriscado e não ajuda em N A D A, e aprenda: dieta é uma reeducação alimentar. A palavra dieta é (re)aprender a comer melhor pra nutrir seu corpo e sustentar sua saúde.

Autoestima elevada

Eu me sinto a mais gata das gatas e um nojo e ninguém me segura. Eu tô sempre me sentindo bem mesmo que não tenha por exemplo atingido a meta da barriguinha pochete. Mas eu vejo meu corpo lá construído pelo meu esforço, minhas perninhas mais grossas e os braços não mais magros, ossudos e esquisitos e cara… Eu me sinto incrível e gostosona.

Não importa em que nível de exercício físico você está, qual o seu peso, sua idade ou seu gênero. Você vai se olhar no espelho e quando começar a notar os primeirinhos sequer resultados do seu esforço de forma visual você inevitavelmente vai se motivar mais ainda. É sua jornada, seu orgulho. E VOCÊ TÁ MARAVILHOSA POR ISSO.

Me sinto mais capaz e potente

Exemplos digno do Vinicius: “Se você precisar correr atrás de um ônibus, carregar uma mesa, ou carregar uma mulher você consegue.” É isso aí (mas eu ri muito dos bons exemplos).

Bom, mas é, você se sente mais forte, mais capaz, você está com um condicionamento físico muito melhor. Não vai ficar morrendo porque tá vindo com as compras de casa e não aguenta direito carregar um saco de arroz.

E tem tanta mãe multipotencial por aí que tem que carregar filho num braço, compras do outro lado, chave do carro num dedo, celular na boca, bolsa do filho na cabeça… Pois é, minha gente querida, é muita força uma mulher incrível dessas.

Eu acho que o que falta mesmo são as pessoas encontrarem seu exercício físico ideal. Não é sobre você ter um corpo sarado ou magrinho. É sobre estar bem disposto, cuidar da sua saúde e ter uma boa qualidade de vida.

Você não precisa se virar em um ano pra transformar seu corpo exteriormente em outro se não quiser. Mas você pode gradativamente cuidar da sua saúde e disposição para consequentemente seu corpo mudar por dentro. Acho que não tem essa de “se não quiser”. Todo mundo quer estar saudável, né?

Então pesquisa sobre qual o melhor exercício físico pra você e começa a cuidar de si. De dentro pra fora, e se quiser, na aparência também (porque não tem mal algum nisso!).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Input your search keywords and press Enter.