Criativosdiyblog6 coisas que influenciadores fazem para chegar ao sucesso

http://www.meiojulia.com/wp-content/uploads/2019/03/6-coisas-que-influenciadores-fazem-para-chegar-ao-sucesso-1280x711.png

Como tá o seu caminho para se tornar um bom influenciador?

Hoje a palavra influenciador ou a vontade de ser influenciador está se tornando bastante comum. Acontece que as pessoas ainda tem o pré conceito de que tudo foi muito fácil para chegar ali naquele momento onde o influenciador é reconhecido como tal.

Mas também existe quem queira muito se tornar um influenciador e ter sucesso com isso, então estudando muito e observando muito o trabalho de pessoas como Rayza Nicácio, Niina Secrets, Viih Rocha, Camila Rech, Camila Coelho, Bruna Vieira, Dani Noce & Paulo e por aí vai… Eu comecei a perceber como é o trabalho árduo dos influencers. Observar e compreender o que tem por trás das atitudes.

E é observando e aprendendo com essas pessoas, que quero absorver tudo isso pra mim e também compartilhar com vocês para que a gente cresça e corra atrás do nosso caminho para também seguirmos nossa carreira criando um bom conteúdo, certo? E bora fazer o seguinte: Eu te passo essas experiências, e você me segue no Canal e no Instagram. Troca justa, não?

Correm atrás das coisas

Falando em correr atrás, eu vejo muito isso acontecer. É sobre ir atrás de marcas, fazer um conteúdo legal esperando valorizar suas coisas, procurar saber sobre eventos, contatar marcas, procurar informações, etc. Tem um concurso legal que pode te dar visibilidade? Participe. Se isso não for prejudicar, você não tem nada a perder! Vai ganhar experiência também com toda a atividade e conteúdo que colocar nesse concurso.

Correr atrás é sobre ficar insistentemente e consistentemente procurando por mais qualidade e capricho para o seu conteúdo. É sobre ter zelo sobre quem já te segue e aprender mais para conquistar quem você quer que te siga. É sobre tomar atitude e fazer as coisas acontecerem a seu favor!

Abusam de ferramentas

Percebi demais que tem gente que programa tanto Story quanto post. Quando é post, dá pra perceber pelas pessoas que colocam hashtags nos comentários: Elas acabam colocando depois de muitos de seus seguidores já terem interagido naquela postagem. E isso pode ser por causa da programação de um post que foi enviado sem hashtag. Um exemplo de ferramentas que ajudam na programação são o Planoly e o Later.

Observo muita gente que usa ferramentas de crescimento de tráfego e seguidores no Instagram também. E como o método é uma maneira honesta mas automatizada de conseguir atingir mais pessoas, ele funciona muito bem e eu não condeno quem o usa. Inclusive eu penso muito em investir: Eu interajo muito no Instagram e sei que isso é o mais importante para você atingir um público de forma orgânica e de ajudar as pessoas. Mas mesmo separando 30-40 minutos do meu dia para fazer essas interações, eu não dou conta de trazer resultados visíveis. Penso em investir no Bume pelo seu preço em conta semestral. E você pode testar gratuitamente por 5 dias, caso também tenha suas dúvidas.

Outras ferramentas e investimentos que conheço e vejo investimento são por exemplo no Lightroom, seja o mobile ou o software para computador. Pensando maior, também pode incluir todo o pacote Adobe e hoje em dia em sua versão do Creative Cloud. Tem quem invista em filtros do app VSCO, ou em stories para o Unfold. Isso tudo para criar gráficos melhores para o seu conteúdo. Mas também investem ou procuram por templates de designs para usar em suas redes sociais, se criar gráficos não é a praia deles. Ah, e mídia kit nem é uma ferramenta, ein? Chega a ser essencial para um influenciador. Ou contratam um designer.

Pesquisam e observam seu público

Procurar muito sobre as tendências do seu nicho é altamente importante. Para fazer conteúdo e melhorá-lo tanto quanto para ter em mãos um bom potencial. Estar à frente. Pesquisa também se trata de aprender mais sobre você, seu público, sobre o que quem te segue gosta, e prestar mais atenção por exemplo nas estatísticas do seu conteúdo.

As estatísticas são super importantes para você saber o comportamento de quem lhe segue, seja em qual rede social ou site for. Se você aprende sobre as estatísticas, você aprende a observar que conteúdo que você andou postando que foi bem e que todo mundo gostou, e o que não foi tão legal assim. Você vai entender o que dá engajamento e conseguir acertar mais nisso.

Se você gosta muito de um conteúdo que não foi tão bem, você pode pensar em maneiras de melhorá-lo em uma abordagem que seu público goste ou fazê-lo mesmo assim. Não é porque algo foi mal que precisa dar corda dele. Faça experiências, pesquise mais e tente melhorar.

Aprendem a se planejar melhor

E planejam antecipadamente. O que é realmente importante quando você se torna um micro influenciador e/ou influenciador. Isso porque além de cuidar de postagens que você tem ideias para o blog, Instagram, YouTube, etc. Você também tem que postar o que programou com uma marca no dia certo, ou ir a eventos, fazer filmagens ou fotos, e etc. E ter compromisso é uma coisa que te dá reputação entre as marcas e agências.

Investem em estudos

Eu amo estudar. Mas estudar não precisa ser só o que você estuda no Ensino Médio – e se fosse só isso eu odiaria estudar. Investir em estudo é procurar sobre a sua área e aprender mais sobre ela. Seja encontrando tempo para estudar cursos no YouTube ou plataformas gratuitas, seja investindo pouco a pouco em cursos que vão agregar informação à sua vida.

Se você quer ser um influenciador digital, é realmente bom que procure investir em um ou outro curso que são bem recomendados e podem trazer ricas informações para você e te fazer gerar mudanças e crescimento pessoal e de conteúdo. O curso da Gabi Ferreira é esse tipo de curso e eu admiro-a porque ela é influenciadora hoje, e desde seus 19 anos já batalhava para conseguir ganhos enquanto ninguém acreditava na carreira que ela queria ter.

Existe também o curso da Dani Noce & Paulo Cuenca, que hoje são gigantes brasileiros, muito influentes que estão empreendendo para tudo que é lado, não só com seus canais. Mas eles tem um jeito legal de criar conteúdo que valoriza muito o que eles são, e as pessoas amam isso! Porém o curso deles é de muito alto investimento, e tem uma pequena quantidade de vagas para alunos, por eles darem coaching online. Siga-os e fique de olho caso se interesse!

Apertam os horários muitas vezes

Tem dias que o sacrifício é o sono, outros dias um evento legal que não deu pra ir ou coisas e e-mails atrasados para responder. Tenho que dizer que também tem a parte onde você sacrifica algo sim. E o que mais vejo se sacrificar é sono! Tudo para fazer um ou mais projetos saírem bem feitos, um job com uma marca muito legal ter tudo e mais do que a obrigação de pé, para fazer aquele vídeo ou postagem que atrasou…

Pode não ser só sono, mas sempre que você quer conquistar algo você tem que fazer escolhas. A gente como criador de conteúdo investe muito nosso tempo e dinheiro para ir aperfeiçoando e dando passinhos pra frente. E ás vezes temos que investir mais que isso: Nosso tempo. Tem hora que o dia é a mais pura correria. Mas, até agora, vi muito sorriso no rosto e gratificação por trabalhar com algo que gostam tanto, mesmo nessa situação.

Amam o que fazem e fazem com amor

Todo bom trabalho e bem feito tem amor e competência nele, tanto quanto todo trabalho feito com amor vai ser feito com capricho e bem feito. Hoje eu levanto muito a bandeira de trabalhar com o que você ama, não importa o quanto ganha com isso. Dá seu jeito, seus pulos e ganhe dinheiro com outras coisinhas como afiliados na internet se faltar na hora de pagar as contas. Muita gente hoje aproveita de seu Instagram para vender produtos afiliados.

Mas se atente a isso: Sucesso é relativo

Sucesso pra você pode ser diferente do conceito de sucesso para outros, e isso tá mais que certo, tá tudo bem! Camila Coelho é gigante e você não precisa atrelar a imagem de sucesso a ela. Por exemplo, Gabi Ferreira e Camila Rech pra mim são influencers de muito sucesso também. Não é pelos números, é pelo bom trabalho que faz. Pelo retorno no que tem. Pelo carinho e reconhecimento que recebe.

Então você tem que se apegar a esses valores: Bom trabalho, fazer o que te ama, prosperidade, que te deixa feliz, te dá retorno, que você é reconhecido por isso e principalmente que você faz o que sente que é certo e que vai te levar para o sucesso / é sucesso.

O importante é que você se sinta realizado com o que está fazendo a ponto de sentir orgulho do que faz e estar satisfeito com onde chegou, não importa o quanto receba ou quantas pessoas te sigam para isso.

2 comentários

  • Camila Goulart

    março 6, 2019 at 5:00 pm

    Uma das pessoas que mais tenho acompanho é a Bruna Tavares e hoje vejo como ela está crescendo e fazendo tanto sucesso no Instagram com as suas maquiagens, ela é um modelo pra mim e sempre que posso acompanho o trabalho árduo dela e percebo o quanto a vida da Bru é corrida e como ela trabalha, a gente precisa aprender com essas pessoas que se dedicam e bem como você disse, correm atrás dos seus sonhos!

    Reply

    • Meio Julia

      março 6, 2019 at 10:17 pm

      Exatamente! A gente consegue observar certinho também quem são as pessoas que correm atrás e tem seus méritos pelos esforços e quem faz pouco caso e nem se esforça. É assim que a gente aprende e eu amo acompanhar as pessoas e reconhecer as mudanças e crescimento!

      Reply

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *