Logan | Um Papo Sobre o Filme

domingo, março 19, 2017

Meu coração de nerdice não me deixaria quieta enquanto eu não discutisse um pouco sobre esse filme, então eu decidi que é hora de abrir mais uma categoria aqui no blog que é a de resenhas de filmes, com Logan. 

Desde sempre eu sou apaixonada pelos X-Men e assisto tudo: Filme, desenhos, só tô de fora dos quadrinhos porque eu realmente não tenho acessibilidade a eles. Ao mesmo tempo que eu estava ansiosa para ver Logan, também tinha uma parte em mim que não queria admitir que tava chegando no fim da historinha dos meus amados mutantes. 

Logan não é um filme para quem está esperando os melhores efeitos especiais nem tampouco golpes maravilhosos de mutantes e poderes e trovões e... Não. O filme não foi tranquilo, não vou mentir. Sangue e garras pra tudo que é lado tá garantido. Mas ele não foi um filme que mostra toda a magia e habilidade que tem os X-Men, e você, se conhece os personagens, logo vai entender o porquê.





O filme é focado em Wolverine e Laura (famosos arma X e X23 respectivamente) e por isso já dá pra ver que é uma coisa bem família o filme - pode ser um pouco zoeira mas eles realmente tem o mesmo gene né? Pai e filha, coisa e tal... - maaaas para quem conhece o Logan sabe: Aquele cara não leva jeito pra essa coisa de família não.

Charles - um personagem que gosto muito - também é parte importante do filme e algo super aparente tanto no Logan mas principalmente nele é que a idade chega pra todo mundo (até mesmo para alguém que, como muitos dizem, é um quase-imortal - vulgo Logan tá gentiii).

Charles acha Laura mesmo antes de vê-la, como sempre fazia com o cérebro em sua mansão, mas Logan já não é mais "bons amigos" com ninguém e só queria levar seu amigo em segurança para um plano de morar em meio ao mar, já que ele não se encontra no melhor estado. Charles estava ficando velho e com isso suas convulsões da doença não eram só convulsões... Elas realmente eram um perigo enorme para quem estava por perto, o que Caliban, um companheiro farejador que era um tipo de Nosferatu (não é muito amigo do Sol), já havia alertado que Charles poderia matá-los algum dia.

Eles acabam precisando fugir pois a arma X23 é procurada por uns caras bem linha dura comandados por Donald, que trabalham juntamente com Dr. Zander Rice, que tem um parentesco com Stryker pelo que eu entendi, ou seja, nada bom. E o objetivo de Laura era chegar até o Éden dos Mutantes, o que Logan tanto não gostou quanto nem acreditava que existia, mas tinha um certo "comprometimento" e precisava levá-la. E é nessa trama que existe a ação do filme: Em fugir, ser perseguido, ser pego, escapar, repete.

Uma coisa que eu tenho que comentar é que se você é uma pessoa hospitaleira, ao avistar um cara alto e forte, descabelado esteja ele acompanhado por um bom velhinho careca e uma criança ou sozinho, ESQUEÇA A HOSPITALIDADE E SÓ CORRE. Só um aviso mesmo.

O filme passa a ser bastante reflexivo e tem um climinha de despedida o tempo todo, desculpa dizer mas é isso que eu senti depois de anos de X-Men. Logan e Laura vão ter o seu jeitinho de serem pai e filha, e esse jeito é até bonito para quem já conhece o jeito de ser do Tio das Garras. Mas pra quem não entende, talvez pareça seco, frio ou maldoso.

O problema é: O filme também deixou um buraco na minha cabeça pois de modo algum eu esperava encontrar a história lá no fim dos tempos de uma maneira tão "Oi galera, segunte, aconteceu tal coisa no passado desse filme e que você não tá sabendo, mas em Logan gente não vai falar nada disso, só vamos contemplar essa duplinha das garras!". 

E é assim que eu sinto que o filme é. Sabe aquele sentimento de "quando é que vai explicar tudo que tá acontecendo?" é... ele fica presente o tempo todo. Te juro. Dá pra entender no final, mas só sobre o filme mesmo. Se você quer saber como tudo o que aconteceu, aconteceu e como, não vai ser nesse filme não.
É difícil não contar a maior surpresa que eu tive neste filme, e eu espero que vocês assistam pois com certeza também será uma surpresa para vocês. Quando vocês virem, saberão (se liga no .gif aí em baixo pra ficar só um pouquinho curioso).


Espero que tenham gostado do papo, e vou tentar sempre nessas "resenhas não tão resenhas assim" contar para vocês o máximo que eu senti no filme sem contar spoilers de objetivo da trama ou chave. Mas talvez propositalmente eu deixe uma coisa ou outra que instigue vocês a assistir tal filme.

SE VOCÊ JÁ ASSISTIU O FILME E TÁ AQUI ESPIANDO A RESENHA, PELAMOR NÉ? COMPARTILHA COMIGO DE SEUS SENTIMENTOS SOBRE O FILME PRA GENTE FICAR JUNTO NESSA! Comente

Beeeijos, Ju.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário