Checklist com 12 Passos de como criar um blog

Checklist com 12 Passos de como criar um blog

Como criar um blog em 12 passos

Se você quer criar um blog, há inúmeras maneiras de fazer isso. Mas existe uma questão importante a ser levada em conta quando a gente fala sobre isso: Tem a maneira certa. Criar um blog, para certas pessoas é simplesmente abrir uma plataforma, colocar um nome e sair escrevendo nele. Mas um blog leva muito mais que isso.

Quero começar um blog, mas como eu faço isso? Quais passos eu devo seguir para criar um blog? O que está faltando em meu blog iniciante? As respostas estão por aqui.

Aqui, com esse post, você terá mais do que uma ajuda de como criar um blog. Você está prestes a ler a sua checklist de como criar o seu blog da maneira certa, e você vai usá-la como seu guia principal.

Esse post foi reformado depois de receber muitos acessos. A finalidade da reforma post é melhorar a forma com que ele foi desenvolvido pela primeira vez. Com isso, agora ele passa a ser uma lista de coisas que você deve se preparar para a hora de montar o seu blog.

Então, pegue seu papelzinho e a caneta ou não deixe de salvar esse post em seus favoritos (e seguir o blog quem sabe? hehe) e começar a analisar os passos que você tem que seguir.

1. PROPÓSITO

Primeira reflexão que você deve anotar em poucas palavras: Qual é o propósito que você quer dar a esse blog? Um diário? Mostrar seu estilo de vida? Rentabilidade?

Você tem que ter em mente, ou até mesmo anotar como seu primeiro passo, qual o propósito desse seu blog. A intenção de criá-lo é para que? Eu por exemplo amo a internet, sonhava em ter mais presença na mesma e resolvi que gostaria de criar conteúdo. Fazer as pessoas consumirem do meu conteúdo.

2. NICHO & PÚBLICO

Pensado o propósito do seu blog, você deve começar a pensar qual será o seu nicho. O nicho será aquela categoria de coisas “fixas” que você aborda tradicionalmente no seu blog, não sendo impedido assim de abordar outros nichos, mas será algo fora do seu padrão de abordagem, por exemplo.

Um blog do nicho de beleza pode falar sobre cuidados com apele, maquiagem, e de vez em quando abordar algumas resenhas sobre filmes incríveis que viu. O nicho não é o mesmo, mas é uma coisa que as pessoas fazem, certo? Mesmo que fora da rotina de postagem, não é totalmente sem nexo.

Com isso você descobre o seu público. O tipo de pessoa que você quer atingir. Se você é do nicho de blogs literários você vai atingir um público que gosta de leitura, que procura resenhas de livros, que quer aprender hábitos de leitura, etc.

Qual é o seu público? Conheça-o e ponha-se no lugar deles. Você vai precisar fazer seu blog e tudo sobre a sua marca baseado neste item e na sua personalidade.

3. NOME DO BLOG

Escolhido o nicho e sabendo o propósito do seu blog, agora você passa por uma etapa que pode ser super fácil ou absurdamente difícil. Você deve escolher o nome e a marca do seu blog.

Sem essa decisão você não tem como executar nenhuma das outras etapas à frente. Ou seja, uma depende da outra. Você pode buscar inspiração em vários lugares para descobrir um novo nome para o seu blog se ainda não o tem. E se já o tem, deixa guardadinho aí nas suas anotações.

O nome do seu blog e de toda a sua imagem pode ser o seu próprio nome, pode ser algo cômico ou divertido, algo marcante e significativo ou uma palavra que tenha a ver com o seu nicho por exemplo. É importante que você tenha essa reflexão e tire um tempo para isso.

O nome tem que surgir de você, sabe? Ser aquela coisa especial que tenha a ver com você, com o que você faz ou quer fazer e o que quer que seja a sua marca.

4. DOMÍNIO

O domínio é como é chamada a URL do site que é propriedade sua. Geralmente você paga uma anuidade para que ele seja seu, e ele será similar a “www.nomedoseusite.com”.

Mas eu já uso essa categoria para ressaltar que antes mesmo de você comprá-lo, você já pode ter um temporário que seja da plataforma que você usa. Como os blogs iniciantes do WordPress que são algo similar a “www.nomedoseusite.wordpress.com”.

Você pode usar isso inicialmente e se poupar de investimentos até que tenha certeza de que é isso mesmo que quer. Faça todos os passos, aprenda outras dicas do DIYBlog, desenvolva seu conteúdo. Se tudo der certo e você se sentir feliz com isso. Aí sim, compre um domínio.

Um ótimo lugar para você entender melhor qual provedor de domínio contratar, é pelo site Melhor Hospedagem de Sites. Você verá um top 10 provedores de domínios de acordo com classificações de clientes e especialistas. Leia as resenhas e escolha a melhor para você. Nele você irá encontrar também outras classificações como hospedagem, que falaremos mais à frente. Mas você já pode guardar esse link para esse caso, pois vai entender já já como aproveitar novamente das classificações dele.

5. PLATAFORMA

Decidido tudo dos itens anteriores, hora de escolher em que lugar você quer iniciar sua jornada de blogueiro. A plataforma irá te ajudar em absolutamente tudo que você tem que fazer para a criação, manutenção e rotina do seu blog.

Dentre as plataformas, você pode escolher o Blogger, WordPress, Squarespace ou Wix. O Blogger foi a primeira plataforma que eu utilizei para o meu blog. Atualmente eu utilizo o WordPress.ORG que é a plataforma do WordPress com maior flexibilidade.

Você pode fazer o mesmo caminho que eu por exemplo, ou já começar no WP. Você pode ver algumas análises e comparações entre o Blogger e o WordPress por exemplo, para ver o que mais vale a pena para você.

É importante deixar claríssimo que o WordPress requer investimento da sua parte, e muita informação. O Blogger é uma plataforma autoexplicativa e muito fácil, por isso é tão recomendada para os iniciantes.

Você deve pesquisar, analisar e decidir qual será o seu trajeto. Saber qual é a sua prioridade e seu propósito com o blog já te põe um passo à frente nessa decisão e te ajuda a entender o que pode ser melhor para você. Pare um pouco e pesquise sobre isso, após escolher uma das plataformas, você continua a checklist comigo!

6. HOSPEDAGEM

Se você tem um blog no WordPress e decidiu investir em seu blog, é bem provável que para ele funcionar bem você precise de uma Hospedagem. A hospedagem é um servidor que oferecerá a você um espaço para que seu blog se mantenha online, de um modo resumido.

Para você manter um bom site do WordPress.org estabilizado, você deve ter uma hospedagem. O WordPress.org é mais recomendado que o .com por ter maior flexibilidade e você pode fazer personalização da maneira que bem entender e com layouts personalizados. Diferente do .org, o .com é bem limitado.

A hospedagem também irá estabilizar a conectividade do seu blog mesmo com muitos acessos. Depois de um tempo, até mesmo o Blogger fica com uma conectividade ruim e vagaroso se você tem muitos acessos e não utiliza nenhuma hospedagem.

Eu utilizo e recomendo muito a Nuvem Hospedagem. São muito atenciosos, o serviço é rápido e você pode contar sempre com a assistência. Ah! Nunca tive problemas com eles.

7. LAYOUT

Agora que você já decidiu tudo que é a essência do seu blog e onde ele vai nascer, é hora de criar o visual que ele terá. Mas calma, vamos para aquela mesma ladainha que disse lá no item domínios: Layout é uma coisa cara (pelo menos deveria ser) para se investir, e caso você mesmo o faça, demanda tempo.

Se você está começando, procure por um layout base ou por templates/layouts gratuitos, e use-os por um tempo. Assim que você entender que blogar é realmente o que você quer, você começa a investir o seu tempo ou dinheirinho nisso, okay?

O Layout é o visual do seu site, aquela coisa linda que quando você abre os blogs que você tanto ama, você vê. É tudo parte de um tanto de códigos e imagens gráficas que demandam esforço e tempo do criador. Mas elas podem ser uma peça chave para você espalhar a sua marca.

Pense bem, se você quiser, invista em um layout. Se quiser esperar um pouco mais, não estará fazendo mal algum em ter tomado essa decisão.

8. OTIMIZAÇÃO

Para otimizar o seu blog, você pode contar com várias ferramentas e configurações. Otimizar o blog nada mais é do que por em ordem tudo que precisa. Personalizar tudo que você sente que precisa ser personalizado. Preencher seus links, gadgets e redes sociais. Conectar seu blog com tudo que você puder. E, principalmente, cuidar para que ele sempre esteja em boas condições.

Uma das otimizações mais importantes para um blog é o seu SEO. Você pode aprender um pouco sobre ele e entenderá o quão importante é saber disso. Mas é o tipo de coisa que você deve ir estudando e aprendendo gradativamente enquanto cresce.

Observe se tudo que você já fez em seu blog está em ordem. Preencha suas páginas estáticas, elas são muito importantes. Para você que não sabe, as páginas estáticas são literalmente páginas que você personaliza diferentemente das postagens.

É estática porque não importa a data que ela foi feita, ela sempre poderá ser acessada sem afundar assim como os posts fazem. E é importante porque nesse tipo de página você coloca informações sobre você e seu blog, conteúdos ou projetos maiores, etc. Um exemplo simples mas muito importante e que você deve fazer/configurar: as páginas de Anuncie, Sobre Mim e Contato. São essenciais.

9. GOOGLE ANALYTICS

O Google Analytics é uma ferramenta de métricas que vai te ajudar a entender como estão os acessos do seu blog. Ele está nessa checklist porque quanto mais cedo você o tem, melhor as métricas são medidas. Importante ainda dizer que quanto mais cedo você entende como o seu público reage às suas postagens e como seus acessos funcionam, mais você cresce como blogueiro.

Estudar essas métricas sempre que possível é essencial. Elas irão te mostrar tudo que podem desde os números diários até mesmo a porcentagem dominante do sexo e idade que acessam o seu blog. Com isso, se usar a inteligência e boas estratégias você pode aprender como criar um público leal. Aliás, não só público leal mas também novos acessos.

E para finalizar, o Google Analytics será muito importante para você se conectar com marcas. Quando você é convidado para uma possível parceria, as marcas pedem seu Mídia Kit ou seus acessos. O Mídia Kit reúne todas as informações sobre as estatísticas do seu site, seus preços e sobre o seu blog. Com o Analytics, você consegue passar para ele todas essas informações.

Faça comigo o seu Mídia Kit! Entre em contato e negociarei com um bom preço um trabalho dentro de sua Identidade Visual ou até mesmo lhe trazendo uma nova! Manutenções também são incluídas.

10. REVISÃO

Depois de todo esse trabalho com a checklist, pare um tempo para rever tudo. É bom você conferir de cabo a rabo se tudo está certo para poder começar a postar tranquilamente. Confira com calma, antes o blog inteiro em ordem do que lançar ele cedo demais e seus futuros leitores notarem errinhos. Dependendo do erro, eles podem não voltar.

Se tudo estiver certo…

11. LANÇAR O BLOG

Finalmente você pode começar a postar e divulgar seu blog. Agora é a hora de você fazer seu primeiro post, contar para sua família e amigos, e encontrar blogs novos. Espero que isso seja para você tão legal e importante quanto foi para mim e muita gente.

12. CONTINUE ESTUDANDO

Se é seu primeiro post aqui no Meio Julia, saiba que você pode ter seus próximos passos estudados por aqui mesmo. O DIYBlog é um projeto especial feito por mim para compartilhar com criadores de conteúdo tudo que eu aprendi. Quando eu estava começando, eu gostaria muito de saber tudo isso do mesmo jeitinho que redijo para você.

Você pode saber mais sobre divulgação o que seria um ótimo próximo passo. Estude também sobre interação. Ah! E principalmente, faça amizades, colabore e peça ajuda na blogosfera. Você vai achar algum lugar para ser acolhido. Tente achar pessoas para compartilhar dúvidas e experiências, e principalmente para apoiar.

Leia a seguir: 7 ERROS QUE AFETAM O SEU BLOG

É super importante que você saiba que, começar um blog é começar um novo caminho. Ter apoio nesse caminho é sempre bom. Mas, outras pessoas também estão nesse caminho junto com você. Interaja com elas e vocês com certeza crescerão juntamente. Se você quer ajuda, ajude também. Okay?

É uma mensagem que eu realmente quero passar para todos na blogosfera. Então você, que está começando, comece com empatia. Seus colegas agradecem e o mundo retribuirá isso a você algum dia.

Bom começo, boa sorte e volte sempre por aqui.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *