Nosso jeitinho de ser

quinta-feira, setembro 15, 2016



É muito bom aceitar seu jeito de ser e encontrar a felicidade nas coisas boas que passam pela sua vida. A maiorias das pessoas em sua época dos doze a dezoito anos, estão tentando se encontrar e podem procurar em várias maneiras seu jeitinho de ser. Mas é muito gostoso quando você finalmente diz "Oi, essa sou eu", com o coração cheio de orgulho e a auto estima lá em cima. 
Está tudo bem você não ser a pessoa mais perfeita do mundo, até porque isso não existe. Está tudo bem você ter um jeito torto de se expressar ou seu jeito de ser não parecer nem de longe com aquela pessoa popular que todo mundo conhece. É você. Está tudo bem porque essa é a nossa perfeição: esse jeitinho imperfeito de cada um ter seus defeitos. 
Melhor ainda é aceitar que esses defeitos existem e se abraçar mesmo assim. É sorrir na frente do espelho e ter orgulho de ser o que é, pois é especial ser você mesmo. Temos o que mudar? Sim! Temos! Amadurecer, ser mais responsável, estudar mais, se informar mais, talvez mudar aquele hábito ruinzinho que você não gosta ou que não te faz tão bem, aquela mania de não cuidar sempre da pele, de não beber tanta água, de procrastinar os exercícios físicos, aquela mania de esquecer coisas, e por aí vai, vários fatores que podemos mudar. 
É importante mudar. Manter-se com "aquela velha opinião formada sobre tudo" é bem chatinho mesmo. Mas mais importante que simplesmente sair se criticando pelas mudanças que deve fazer, é saber que a gente só muda aquilo que não nos faz feliz. Caso se sinta bem e te faça bem, que mal há?
Ao nos aceitar as pessoas também nos aceitam, apesar de que isso nem é o mais importante. As pessoas que gostam do que você é virão, e estas, ficarão, na intenção verdadeira de querer estar ao seu lado por amar você desse jeitinho mesmo de ser.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário